home
Welcome, Enjoy your stay.

  

Pensamento positivo é mais eficiente do que dieta para emagrecer

María Jesús Ribas
Da EFE

 
 
Mentalizar um corpo atraente é mais eficiente do que contar calorias  

As batalhas contra a gordura não são perdidas por falta de recursos, vontade ou motivação. Para perder peso faz toda a diferença uma atitude mental entusiasta e positiva. É preciso saber persuadir o cérebro e fazê-lo convencer a boca e o estômago.

Emagrecer de forma segura, eficaz e rápida é bastante simples: a chave está em desenvolver uma atitude positiva que permita não só o alcance da meta, mas também a manutenção do peso a longo prazo. Para conquistar a balança, é preciso conquistar a mente.

Não importa o quão bem elaborado e equilibrado seja um regime para emagrecer se não se tem uma disposição mental positiva para cumpri-lo e mantê-lo. Se a pessoa não faz um trabalho de mentalização, seu esforço estará fadado ao fracasso. Deixar a dieta e recuperar os quilos perdidos acabam sendo as frustrações mais comuns.

Segundo os especialistas, o primeiro passo da se dá na mente. Uma série de exercícios é decisiva para se emagrecer sem desistir.

Persuada seu cérebro. Para emagrecer e manter o peso não bastam as receitas pobres em gorduras e a ginástica: Isso só se consegue se você está realmente motivado e sem stress nem frustrações: toda pessoa precisa de algo positivo que a anime.

Muitos tentam se motivar pesando-se todo dia. Essas pessoas compram balanças que marcam as gramas e fazem uma festa diante do menor êxito que alcançam. Mas muitos se desesperam diariamente ao se pesarem, já que o peso nem sempre baixa regularmente e, às vezes, se estabiliza durante semanas em um ponto determinado.

É possível que sua alimentação seja pobre em gorduras, mas que seu peso aumente porque você pratica esporte e seus músculos aumentam, ou porque seu corpo armazenou muita água, por exemplo, duas semanas depois da menstruação.

Pesar-se só significa controlar-se e emagrecer não tem nada a ver com os controles, mas com hábitos alimentares melhores e mais saudáveis.

Descubra suas razões para emagrecer. Pergunte-se qual é a verdadeira causa de sua intenção de perder peso. É algo que deseja fazer, algo que tem que fazer ou algo que os outros de alguma forma pressionam você a fazer? Como se sente diante dessa obrigação? A razão mais sólida é sempre a que surge de dentro de cada pessoa.

Para descobri-la, é preciso analisar as vozes que dizem que você deve emagrecer. As melhores razões para perder peso não são as que começam com as palavras "porque alguém quer, porque devo ou porque tenho que", mas as que dizem "porque elejo...".

Vigie as mensagens que recebe. Muita gente pretende emagrecer porque seu médico faz um comentário sobre seu peso ou porque familiares fazem brincadeiras. Isso pode causar certo ressentimento, já que ninguém gosta que lhe digam o que deve fazer, como deve ser nem como deve mudar sua vida.

Outras vezes, as pessoas se forçam a emagrecer repetindo para si ordens sobre o que deve ou deveria fazer e evitar, sem nenhuma explicação. São frases do tipo: "devo fazer exercício" ou "devo afastar-me das comidas que mais gosto".

Mas essas vozes internas enfrentam outras que se opõe às primeiras dizendo na mente "não quero ter que", o que bloqueia qualquer objetivo baseado em frases do tipo "tenho que".

Há uma terceira voz que pode controlar as duas anteriores e que permite a descoberta de um elemento de interesse próprio pelo emagrecimento. Ela diz "escolho perder peso porque quero ser feliz e saudável" ou "porque é importante para mim".

Essa é a voz que reconhece que não é possível perder sem fazer ginástica ou mudar alguns hábitos alimentares, a única que realmente impulsiona uma pessoa a conseguir o que quer e a qual é preciso buscar e desenvolver para emagrecer.

Deleite-se comendo sem gordura. A maioria das pessoas acha que para emagrecer estão obrigadas a ingerir o primeiro alimento baixo em calorias que encontram, já que são todos iguais, e que deverão resignar-se a comê-lo embora lhes desagrade, até que algum dia acostumem seu paladar a essa comida.

Mas isso não é certo, porque existem muitas comidas "light" alternativas, que podem fazer parte de um programa emagrecedor, entre as quais é possível escolher as suas preferidas. Além disso, é possível provar diversas marcas e sabores de um mesmo produto até que se encontre o ideal.

Conceda-se um prêmio por fazer ginástica. Algumas pessoas aprendem a amar os exercícios e o modo como ficam seus músculos quando trabalhados, mas outras não têm prazer, embora estejam motivados, porque acham que a atividade física só lhes fará sentir e parecer melhor a longo prazo.

Porém, ninguém é obrigado a levar adiante um condicionamento físico penoso e monótono, já que se pode modificá-lo para que seja agradável.

Alguns especialistas asseguram que as recompensas tornam mais tolerável a ginástica, por isso, se você treina cinco dias seguidos, pode premiar-se comprando algo numa loja.

Outra forma de tornar os exercícios agradáveis é vendo filmes, ouvindo música ou lendo os livros ou revistas que nunca tem tempo enquanto pedala na bicicleta, se exercita no step ou faz uma caminhada puxada.

Anote seus progressos todos os dias. Para algumas pessoas, a continuidade de seu regime depende do acompanhamento de seus hábitos alimentares e níveis de atividade. O simples fato de escrever em um diário as rotinas, sentimentos e resultados que se produzem à medida que se perde peso, faz uma pessoa ter sempre em mente seus comportamentos, metas e sucessos.

É preciso registrar no papel todas as atividades, inclusive coisas como usar as escadas em lugar do elevador, as comidas que se ingerem e em que quantidades e os desafios ou preocupações. Chegado ao peso ideal, a pessoa pode continuar tomando nota mentalmente das comidas e atividades físicas durante um tempo, voltando ao papel só se descobrir que os hábitos saudáveis foram perdidos.

Imagine como gostaria de ser
Um simples exercício pode ajudar a conseguir a silhueta ideal. Fique de frente para o espelho e se pergunte que aparência gostaria ter. Comprima o estômago, levante o peito, aperte a barriga com a mão até ficar magro como gostaria.

Mova-se e observe como sua silhueta muda com cada movimento. Massageie cada parte de seu corpo e descubra o bom aspecto que elas poderiam ter. Pressione suas coxas com as mãos até que sua anatomia apareça magra e firme.

Se não quer o espelho, deite na cama, feche os olhos, faça massagens e fricções e imagine como suas curvas ficam firmes e magras. Transforme seu corpo mentalmente: descubra que não é pesado e lento, mas suave e moldável. Assim, poderá imaginar como seria ter menos peso em algumas áreas do corpo.

Voe com a mente
Alguns especialistas sugerem que se faça antes e durante o emagrecimento uma viagem imaginária na qual você deve imaginar que alcançou a forma que queria. Relaxe, feche os olhos e salte um ano no futuro. Visualize-se deitado na praia, na academia ou indo tomar banho. Você está contente com sua forma e há pessoas felizes com isso.

Uma amiga lhe pergunta como conseguiu emagrecer e manter o peso e o você a explica. Fale das estratégias que usou, comente as dificuldades que teve e como as venceu , explique seus truques e conte seus sucessos. Descreva como se sentia antes de emagrecer e como se sente bem agora.

Triunfe sobre a adversidade. Quando tentam emagrecer, muitas pessoas não lembram as facetas positivas do processo, porque só lamentam as negativas. É possível saborear os momentos de triunfo sobre os maus hábitos alimentares ou sobre esses momentos em que você hesita em sua decisão de efetuar uma atividade física. O alcance da meta pode se tornar algo apetecível.

Há dias em que você prefere comer um hambúrguer com batatas em vez de salada e peixe, mas parou para pensar o quão boa é a sensação de resistir à tentação?.

O mesmo pode ser aplicado aos exercícios: levantar cedo para uma caminhada pode ser difícil, mas desfrutar do ar fresco e do aprazível silêncio da amanhã pode ser muito agradável.



 



 

 

 
         
Copyright 2008 - Marcus Häendell